Papel dos Conselheiros Fiscais

COMPETE AOS INTEGRANTES DO CONSELHO FISCAL DA FIOSAÚDE:

 
I - Examinar, em qualquer tempo, os livros contábeis, documentos e a posição de caixa da FIOSAÚDE devendo os membros da Diretoria ou eventual liquidante fornecer-lhes todas as informações necessárias ao bom desempenho de suas funções.
 
II - Comparecer às reuniões do Conselho Deliberativo e da Diretoria a convite de seu respectivo Presidente e do Diretor Presidente da FIOSAÚDE.
 
III - Apresentar ao Conselho Deliberativo parecer sobre as atividades e operações da FIOSAÚDE, do exercício anterior, tomando por base o inventário, o balanço, o relatório da Auditoria Externa e as contas da Diretoria.
 
IV - Praticar durante o período de liquidação da FIOSAÚDE, em ocorrendo, os atos a que se referem os incisos anteriores.
 
V - Pronunciar-se, a pedido do Conselho Deliberativo ou da Diretoria sobre os assuntos de interesse da FIOSAÚDE.
 
VI - Reunir-se em caráter ordinário a cada bimestre, e extraordinariamente, quando convocado pelo seu Presidente, pela maioria de seus membros, pelo Presidente do Conselho Deliberativo ou pelo Diretor Presidente da FIOSAÚDE, observado o quorum mínimo de 04 (quatro) conselheiros.
 
VII - Apreciar e propor a reforma do Regimento Interno para funcionamento do Conselho Fiscal, encaminhando-o ao Conselho Deliberativo para aprovação.
 
VIII - Comparecer semestralmente à reunião prevista no inciso X do Art. 37.
 
IX - O que mais for de sua competência, como Órgão Fiscal da FIOSAÚDE.